25 abril 2008

Uma foto dos XUTOS & PONTAPÉS, ao vivo no Rock Rendez Vous

E QUE VIVA ABRIL !!!

DISCOGRAFIA BÁSICA DO ROCK PORTUGUÊS

Uma nova rubrica surge neste blog:

Todas as semanas publicaremos a capa de um disco essencial do Rock português e faremos uma breve resenha crítica do mesmo.

Porque hoje é o dia 25 de Abril vamos iniciar essa rubrica com o disco "Os Filhos da Madrugada Cantam José Afonso" ( BMG Ariola 1994)

Um disco incontornável porque é a primeira homenagem ao GRANDE José Afonso por parte de bandas de Rock português. Participam GNR, UHF, Xutos & pontapés, Delfins, Sitiados, Censurados, Peste & Sida, Entre Aspas,Diva, Mão Morta, Essa Entente,Resistência, Sétima Legião e (ainda) fora da área Pop/Rock Os Tubarões, Madredeus, Vozes da Rádio, Frei Fado D'El Rei, Opus Ensemblee e Brigada Victor Jara.
A homenagem merecida ao cantautor, hoje considerado , quase unanimemente, um dos maiores renovadores da música portuguesa de todos os tempos.Vinte anos após o 25 de Abril de 1974 e sete anos após a morte do cantor de "Grândola, Vila Morena", esta homenagem, com um concerto que teve lugar no Estádio de Alvalade, onde actuaram as bandas participantes no disco, fica como o início da descoberta, por parte das novas gerações, do espólio do poeta.
De início o disco foi alvo de algumas resistências por parte de puristas que descobriram (mais tarde) que o legado de Zeca Afonso tinha que ser dado a conhecer aos jovens, com roupagens mais modernas. Este disco, temos a certeza, levou muita gente a descobrir os originais, o que, só por isso, valeu a pena.


24 abril 2008

EXPOSIÇÃO SOBRE ROCK PORTUGUÊS NO MONTIJO

A partir de sexta-feira, e até Agosto, a galeria municipal do Montijo vai recuar ao tempo do vinil e do flower power. São toneladas de discos, gravações, bobines e outras raridades que testemunham a força do rock português entre 1955 e 1974.

– Quem foi que disse que o flower power não poderia ser revisitado com cravos?

O dia 25 de Abril, sexta-feira, foi o dia escolhido pela galeria municipal do Montijo para inaugurar uma exposição sobre o rock em Portugal. Nova Vaga – o rock em Portugal 1955-1974 inclui perto de uma centena de capas de discos, fotografias, recortes de jornais, instrumentos, posters da época e gravações de bobines que testemunham a força do rock em Portugal muito antes daquilo a que viria a chamar-se «boom» do rock nos anos 1980.

Na exposição poderão ser vistos discos, muitos deles raridades, de nomes míticos como Quinteto Académico, Conchas, Chinchilas, Pop Five Music Incorporated, Zeca do Rock, Sheiks, Joaquim Costa, Conjunto Mistério e Os Claves, aos quais se juntam grupos formados nas ex-colónias portuguesas e em Macau.

Esta exposição é o resultado de cinco anos de pesquisa de dois admiradores do rock português, Edgar Raposo e Luís Futre, pesquisa essa que contou ainda com o apoio de editores discográficos da Groovie Records e variados empréstimos e cedências de material por parte de coleccionadores particulares.

Além do que vai estar exposto até finais de Agosto, os dois organizadores fizeram um livro-catálogo quase exaustivo de tudo o que foi editado naquela época. A publicação, que é suportada pela autarquia de Montijo, adopta o mesmo título da exposição, tem cerca de 120 páginas e reproduz a cores cerca de 400 capas de vinis de bandas, conjuntos e artistas portugueses que gravaram naquela época. O livro-catálogo incluirá ainda fotografias inéditas, recortes de imprensa e textos de Edgar Raposo, Luís Futre e João Carlos Callixto que fazem um enquadramento do rock, pop, psicadelismo e as diversas variações.

Os organizadores da mostra esperam editar comercialmente, no prazo de um ano, uma versão alargada e bilingue deste catálogo, já que esta época da música portuguesa é uma espécie de baú sem fundo. «Isto é quase um um trabalho de pesquisa de antropologia e de arqueologia musical», confessou Edgar Raposo à Lusa, sublinhando que, comparando com o que se faz na Europa, em Portugal ainda são raras as publicações sobre música portuguesa.


Bruna Pereira
img src="http://i3.photobucket.com/albums/y56/aristides2/aristides3/aristides4/Aristides6/aristides7/Aristides8/aristides9/cartazalmareado3.jpg">

19 abril 2008

NOVA SONDAGEM JÁ DISPONÍVEL

Qual a melhor imagem de uma banda de Rock português?

RESULTADO DA SONDAGEM: Qual o melhor jornal ou revista sobre o Rock português?

Blitz

15 (25%)

Rock Week

1 (1%)

Música & Som

19 (32%)

Rock Em Portugal

16 (27%)

Musicalissimo

4 (6%)

Se7e

8 (13%)

MC- Mundo da Canção

3 (5%)

Plateia

1 (1%)

Numa imagem bem nítida a capa do EP que inclui "Cristine Goes To Town" dos BEATNIKS

A imagem dos HERÓIS DO MAR na Exposição "Espelho Meu"

Uma foto dos MÃO MORTA

A contracapa do single de NÉ LADEIRAS

A capa do single "Sonho Azul", de NÉ LADEIRAS

O vinil do single "Smile" dos SINDICATO, banda de Jorge Palma

A "bolacha" da reedição em CD de "Bota Fora"

A capa da reedição em CD do LP "Bota Fora", agora sob o nome de XARHANGA